O Clube

Memorial do Sport. Da luta vem a vitória!

Sport Recife um Clube Clássico no FIFA.com

Memorial do Sport. Da luta vem a vitória!

Tudo sobre 1987

Memorial do Sport. Da luta vem a vitória!

Dossiê: Sport elite de fato!

Memorial do Sport. Da luta vem a vitória!

Brasileirão Petrobras 2013

Memorial do Sport. Da luta vem a vitória!

30 de mar de 2012

1971: Projeto de um estádio para Sport apontado como a “Mais bela praça de desportos do mundo”.


Estádio Presidente Médici

Localização: Joana Bezerra
Capacidade: 140 mil pessoas
Área total: 26 hectares
Lançamento: 6 de agosto de 1971
Construtora: Hofmann Bosworth Eng. S/A
Projeto: Oscar Niemeyer
Inauguração: prevista para 36 meses
Presidente do Sport: Ivan Ruy de A. Oliveira

Uma obra inacreditável, apontada como a “mais bela praça de desportos do mundo” e assinada pelo mais renomado arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer, que pela primeira vez apresentava um projeto para o Nordeste. E logo o segundo maior estádio do mundo, inferior apenas ao Maracanã. O projeto – cujo nome foi autorizado pelo então presidente da República, general Emílio Garrastazu Médici – ficaria a menos de um quilômetro da Ilha do Retiro. O estádio seria completamente coberto, dividido pelos seguintes setores: arquibancada (90 mil lugares); popular (25 mil); cadeiras (24 mil) e camarotes (1 mil).
Duas rampas de acesso de 120 metros de largura foram elaboradas para escoar todos os torcedores em apenas 12 minutos. Já o estacionamento teria vaga para 5 mil carros. Cerca de 3 mil cadeiras chegaram a ser vendidas. Mas o sonho parou na maquete e na terraplanagem da área. O motivo? Dívidas, muitas dívidas, como lembrou Sílvio Pessoa, que presidiu o Sport em 1973 e 1974, na época na qual o projeto foi abortado. “O Sport estava devendo dinheiro a Deus e ao mundo. Até o terreno, cedido pela família Brennand, foi negociado para amortizar o débito”, disse o ex-dirigente.


Foto: Arquivo/DP

26 de mar de 2012

Sport 697º no ranking "Top 1000" (2001-2011) da IFFHS



O ranking mundial de clubes Século XXI é construído a partir do ranking anual do Mundo de Clubes (a partir de 31 de dezembro) a partir de 2011. Assim, a soma dos pontos feitos por cada equipe no ranking anual do Mundo de Clubes corresponde exatamente com o valor determinado em todo o século classificação continental e só aqui reagrupar todos os continentes. O primeiro conjunto classificado que lidera o Mundial de Clubes Siglo XXI. O Sport Recife ficou em 697º no ranking. Entre os 24 cubes brasileiros, o Sport Recife fica a frente apenas de dois clubes o Guarani e o Paysandu. 


Depois de onze anos, as equipas de topo do "top 9" clube século ranking mundial vigésimo primeiro são as mesmas no ranking europeu do século clubes. O líder sul-americano do século clubes classificação ocupa a décima posição no ranking mundial de clubes de século XXI, São Paulo FC é classificado 15 e Santos FC em 19 º. O líder na América Central e América do Norte clubes CF América do século Cidade do México ocupa a posição 72 no geral, à frente do CD Guadalajara (87 ª). O líder do ranking de século da África do clube Al-Ahly Cairo está classificado para 76 °, à frente do Espérance Sportive de Tunis (91 °). O líder da Ásia clube século XXI Riyadh Al-Hilal FC ocupa o lugar 164, à frente de Jeddah Clube Al-Ittihad (190 º). O líder do ranking da Oceania clube século XXI Auckland City ocupa o 711 º Pusto.

Dentro do "top 100", há 32 países, mais precisamente há 69 clubes na Europa, 26 da América do Sul, três na zona CONCACAF e dois da África. Ásia e Oceania não são representados por qualquer clube do "top 100". Os seguintes países têm uma maior representação de clubes no "top 100" mundial: Brasil (10), Espanha (7), Inglaterra (7), Itália (7), Alemanha (7), França (7), Argentina (6), Holanda (5).


Clube \ Nacionalidade \ Pontos

Top 10 mundial
1. FC Barcelona España 2.917,0
2. Manchester United FC England 2.793,0
3. Arsenal FC London England 2.618,0
4. Real Madrid CF España 2.569,0
5. FC Internazionale Milano Italia 2.567,0
6. FC Bayern München Deutschland 2.544,0
7. Liverpool FC England 2.538,0
8. Milan AC Italia 2.490,0
9. Chelsea FC London England 2.412,0
10. CA Boca Juniors Buenos Aires Argentina 2.199,0

Top Clubes brasileiros

15. São Paulo FC Brasil 2.041,0
19. Santos FC Brasil 1.805,0
25. Cruzeiro EC Belo Horizonte Brasil 1.771,0
35. SC Internacional Porto Alegre Brasil 1.641,0
55. Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense Brasil 1.493,0
58. CR Flamengo Rio de Janeiro Brasil 1.460,0
60. Fluminense FC Rio de Janeiro Brasil 1.437,0
61. SC Corinthians Paulista São Paulo Brasil 1.431,0
80. SE Palmeiras São Paulo Brasil 1.250,0
96. CR Vasco da Gama Rio de Janeiro Brasil 1.168,0
110. Clube Atletico Paranaense Curitiba Brasil 1.116,0
137. Goias Esporte Clube Goiania Brasil 1.027,0
158. CA Mineiro Belo Horizonte Brasil 948,0
165. Botafogo FR Rio de Janeiro Brasil 920,0
234. AD São Caetano Brasil 766,0
243. Coritiba FC Brasil 744,0
274. Figueirense FC Florianópolis Brasil 692,0
333. Esporte Clube Vitória Salvador Brasil 610,0
341. Paraná Clube Curitiba Brasil 604,0
468. Esporte Clube Juventude Caxias do Sul Brasil 511,0
549. Associação Atlética Ponte Preta Brasil 456,0
697. Sport Club Recife Brasil 377,0
812. Guarani FC Campinas São Paulo Brasil 324,0
819. Paysandu SC Belem Brasil 322,0




Obs:"Top 1000" (2001-2011):

14 de mar de 2012

Nova versão da Arena Sport


Redesenhando a Ilha do Retiro…

Com ajustes no masterplan, atendendo a exigências do poder público com relação à área verde no terreno, o Sport apresentou a nova versão de sua arena.
A divulgação da primeira imagem do projeto, desenvolvido pela Pontual Arquitetura, foi na reunião do Conselho Deliberativo, nesta terça-feira.
Orçado em R$ 600 milhões, o complexo rubro-negro contaria com um estádio de 45 mil lugares, ou 55 mil de forma adaptada, com uma fachada de acrílico.
Na área central, um mini-shopping. O estacionamento passaria de três mil para 4,5 mil vagas. Paralelamente às novidades, a sede monumental do Leão está mantida.
Ao contrário da pioneira versão do estádio, mais “quadrada”, o novo modelo apresenta uma cobertura com forma mais assimétrica.
Abaixo, o projeto pioneiro criado pela DDB/Aedas, com uma imagem consolidada.



Fonte: